AREAC premia os melhores TCCs de agronomia da FAG

Há mais de meia década, a AREAC (Associação Regional dos Engenheiros Agrônomos de Cascavel), juntamente com o Centro Universitário FAG, promovem a apresentação e premiação dos cinco melhores TCCs do curso de agronomia. O mais recente encontro ocorreu na noite de terça-feira (23), no anfiteatro da entidade. A recepção aos acadêmicos ficou por conta do presidente da AREAC, Engenheiro Agrônomo Cesar Veronese e demais membros da diretoria, responsáveis pela banca avaliadora dos trabalhos.



Todos os participantes foram agraciados com um presente especial, certificados e o livro dos 50 anos da AREAC. Ao vencedor, além de todos esses prêmios, foi oferecida uma anuidade válida para 2023.

Os engenheiros agrônomos que integraram a bancada avaliativa elogiaram os trabalhos. O tema do TCC que ficou em primeiro lugar foi Terminação de suínos com enriquecimento ambiental, de autoria do acadêmico João Vitor de Almeida e orientação da professora Vivian Fernanda Gai. A pesquisa foi feita pelo aluno em Gramadinho, na propriedade da família em Santa Tereza do Oeste.



Os demais trabalhos apresentados foram Correlação de diferentes índices vegetativos com nível de clorofila e produtividade da cultura da soja, com Carlos Eduardo Kinalski Colla, sob orientação de Helton Aparecido Rosa; Influência de diferentes velocidades de deslocamento da semeadura e dosadores de sementes na cultura do milho, com Victor Marafon e orientação de Eloir José Assmann; Inoculação e coinoculação na soja, com Vinicius José Pin de Paiva, com orientação de Norma Schlickmann Lazaretti e por fim, a Eficácia de inseticidas químicos e biológicos no controle da cigarrinha do milho, com o acadêmico Reginaldo Aparecido Trevisan Junior e orientação de Jorge Alberto Gheller.

O presidente da AREAC, Cesar Veronese, destacou o nível elevado dos trabalhos apresentados e o papel dos engenheiros agrônomos na avaliação de cada TCC. “São pesquisas aplicáveis e condizentes com a realidade da nossa agricultura e pecuária”. Segundo Veronese, encontros como esse estreitam a relação com os acadêmicos e servem para conscientizar sobre a importância de uma entidade de classe como a AREAC para o desenvolvimento da profissão.

Para a coordenadora do curso de Agronomia da FAG, Ana Paula Mourão Simonetti, esses eventos são de extrema importância para estreitar a relação dos acadêmicos, da pesquisa, com os profissionais atuantes no mercado de trabalho. “Os temas apresentados são aplicáveis e atuais, como semeadura, cigarrinha do milho, inoculantes, bem-estar animal de suínos e agricultura de precisão”.

(Assessoria de Imprensa da AREAC)

15 visualizações0 comentário